Make your own free website on Tripod.com

 


 

  Deus nos salve nobre santo
Da mais fina expiração
Cheio de amor e canto
No mundo fizeste tanto
A favor da conversão
  Em Lisboa fostes nado
De família de nobreza
Por Fernando baptizado
Teu nome depois mudado
Por muita honra e grandeza
  Santo António o confessor
Deu imensa sabedoria
Tinha a graça do Senhor
Com sua voz de orador
O povo se convertia
  Missionário de bem
Coração zeloso de custo
Sem ofensas para ninguém
Pois cá fizestes também
Milagres de grande vulto
  Não houve muitos santos talvez
Que tivessem a honra disso
De fazer por sua vez
O que Santo António fez
A favor de Jesus Cristo
  Há uma certa cidade
Situada à beira mar
Ias pregar a verdade
Hereges com maldade
Não te quiseram escutar
  À praia se aproximou
De coração tranquilo
Em nome de Deus falou
Pelos peixinhos chamou
Vieram logo ouvi-lo
  Milagre maravilhoso
Que os ímpios perceberam
Pois um Deus todo-poderoso
Deu ao santo este gozo
Que os ímpios se converteram
  Um nosso se confessou
Ó santo de boa fé
Do coração lhe contou
Que sua mãe maltratou
De mau modo e a pontapé
  O santo repreendeu
Do pecado cometido
O nosso bem percebeu
No mesmo instante pareceu
Ficar bem arrependido
  O nosso pensou até
Que jamais vivia bem
Arrependido e com fé
Em casa cortou o pé
Que tinha ofendido a mãe
  Santo António disse então
O que o confessor fez
Deu-lhe uma repreensão
Levantou o pé do chão
Ligou-o outra vez
  Pela sua fé ser tanta
O Deus Pai omnipotente
Maravilha, que encanto
Mais um milagre de espanto
À vista de tanta gente
  Sentado em Pádua no convento
Soube por revelação
Que seu pai neste momento
Estava tendo um julgamento
De uma falsa acusação
  Pediu licença e saiu
Homem de fé e alma boa
No momento em que pediu
No mesmo instante se viu
No tribunal em Lisboa
  Falou admiravelmente
E todos o escutaram
Disse firme a toda a gente
Que o pai estava inocente
Mas não o acreditaram
  Então pediu que trouxesse
O corpo para a sentença
Que essa vontade fizesse
Para que então depois desse
A determinação da sentença
  E passou-se tudo isto
Veio o morto para a sala
Por muita gente foi visto
Pediu em nome de Cristo
Que o morto tivesse fala
  O morto se levantou
E falou publicamente
Toda a gente se admirou
E ele ali denunciou
Que o réu estava inocente
  Milagre tão importante
Que jamais outro homem fez
Santo António triunfante
Na mesma hora e instante
Se viu em Pádua outra vez
  Mais milagres de valor
Fizestes pela vida fora
Ó santo do nosso amor
Sede o nosso confessor
Da nossa última hora

 

  Saida de Santo António
Salva a Santo António
Entrada em Santo António
Salva Santa Cruz
Salva a São Jorge
Salva a São José
Salva a São Lazaro
Salva a São M iguel
Salvé Rainha do Rosário
Salvé a Nossa Senhora
Bendito Pecador
Salva a Santa Barbara
Salva a Sant' Ana
Salva a São Sebastião
Salva do Espírito Santo
Salva ao Senhor dos Passos
Virgem Dolorosa
De Vós Me Aparto Mãe
Salva ao Salvador do Mundo
Salvé Santo António de Lisboa
Santo António Rogai por Nós
Santo António Viveste o Evangelho
Oração Antes de Comer
Oração Depois de Comer